Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Aventuras De Um Rapaz Distraído

Lifestyle, Cultura, Livros e Sociedade!!! :)

13
Jul18

Wonder Movie

João Martins

IMG_0546.JPG

No dia 6 de Janeiro de 2018 fui ao Arrábida Shopping ao cinema UCI, no Porto, ver o filme «Wonder Movie». Confesso que estava “em pulgas” para o assistir!!! Na versão portuguesa intitulado de «O Encantador»- conta com um elenco de luxo: Jacob Tremblay (Auggie), Julia Roberts (Isabel), Owen Wilson (Nate), Izabela Vidovic (Via) e a realização ao encargo de Stephen Chbosky.

O filme conta a história de um menino chamado August Pullman, que nasceu com uma doença rara que lhe afetou o aspeto do rosto e depois de várias cirurgias fica com enormes cicatrizes, o que o faz ter vergonha de si mesmo. É um filme muito bom, que nos faz refletir sobre o nosso papel no mundo; aconselho a ver, para quem ainda não teve a possibilidade de o fazer.

Lembro-me que quando assisti ao filme, vieram-me, logo, as lágrimas ao rosto. Na viagem que fiz de Ovar para o Porto nesse dia, tive uma conversa com a minha mãe bastante emotiva sobre o ser humano e a maneira como este lida com os sentimentos, o que fez com que ficasse bastante “frágil”. Resultado...tudo o que viesse de seguida, que apelasse ao coração, fazia com que eu ficasse comovido. Foi só choradeira!!! 

wonder-1.jpg

O nosso Auggie de 10 anos enfrenta o maior desafio da vida dele, até ao momento- a ida para a  escola, e acaba por mostrar aos seus colegas e professores que a beleza de uma pessoa não está apenas na aparência física. Através dele os seus colegas e a comunidade geral contactem com conceitos como a aceitação e a não- discriminação.

wonder.jpg

Mal, o filme começa, encontramos retratados o preconceito e o bullying, tão comuns atualmente, no mundo das crianças e dos adultos e com o desenrolar da ação entendemos que estes problemas são causados na maioria das vezes pela má educação dada a cada individuo. Ao mesmo tempo, a história mostra-nos também que por mais influenciadas que as crianças possam ser, conseguem perceber a gravidade dos seus atos e são capazes de mudar, ao contrário de alguns adultos que vemos por aí...

É um filme que nos toca a todos de um jeito muito especial, e ao qual não conseguimos ficar indiferentes. Jacob volta a fazer um excelente trabalho, enquanto ator, é de mestre a forma como ele passa os sentimentos de Auggie ao espectador!

wonder-3.jpg

“Quando eu estava na barriga da minha mãe, ninguém tinha nem ideia de que eu iria nascer com esta cara…”

Destaco esta frase do filme, pois faz-nos lembrar que somos todos iguais por dentro (estrutura óssea e muscular) e nascemos e morremos da mesma maneira. Para quê o ódio? Para quê o preconceito e a discriminação? Porque é  que o aspeto físico e a aparência molda  o modo como os outros nos vêm?

wonder-4.jpg

Fiquei bastante fascinado com as cores e a forma como o filme está construído. Este tranduz, em diferentes momentos, a maneira como cada elemento da família se sente em relação ao pequeno August. O nome do personagem, traduzido para português, Agosto - passa a ideia de luz, vida, alegria... Concordo plenamente com a ideia defendida no fime, os problemas não podem ser vividos somente na obscuridade.

De uma forma simples e infantil, a audiência recebe 2 horas de reflexão e de lições de moral! Um filme divertido para todo a família, um tempo bem passado, que aborda temas da atualidade bastante sérios.

Irei deixar, abaixo, o filme para o poderem comprar no Itunes e assistir para quem ainda não o fez: https://itunes.apple.com/us/movie/wonder/id1308636613





Publicidade





Publicidade





A ler...





Destaques





Publicidade

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Projeto no Instagram