Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Aventuras De Um Rapaz Distraído

Lifestyle, Cultura, Livros e Sociedade!!! :)

03
Jul18

Concerto de Miguel Araújo em Ovar

João Martins

P_20180629_213142.jpg

P_20180629_212955_BF.png

(Fotografias da minha autoria tiradas no Centro de Artes de Ovar)

 

18118559_1417655874924624_4125525847904300248_n.jp

18953030_1457039097652968_4140666983187782167_n.jp

36425283_1843519819004892_1069340337220091904_o.jp

(Fotografias retiradas do Instagram e Facebook de Miguel Araújo)

 

  🎸

No dia 29 de Junho de 2018, uma sexta-feira, convidei a minha família, mais próxima, a assistir no Centro de Arte de Ovar um concerto do cantautor Miguel Araújo, conhecido do público por êxitos como «Marido Das Outras», «Fizz Limão» e «Axl Rose». Um artista que muito admiro pela sua simplicidade e originalidade. O espetacúlo a que assisti  integrava a digressão Giesta.

Agora, não vão acreditar no que vos vou contar, mas fui o dono dos últimos 3 bilhetes disponíveis para o espetáculo... sorte...!

Isto, aconteceu, porque dada a Universidade e as minhas rotinas, nunca mais me lembrei que tinha que reservar os bilhetes. Na quinta, dia 27, caí em mim, abri a correr o meu computador e fui direto à ticketline.sapo.pt.

Não me entendi com a plataforma e tive de ir a "correr" para o teatro de Ovar, de forma a usufruir dos meus descontos e comprar aqueles tão incertos 3 bilhetes.

Pedi à minha mãe que me levasse de carro e esta, na altura, só chamava de irresponsável... enfim uma loucura...

Finalmente estou no Teatro e explico ao senhor do bilheteira a situação e o mesmo responde-me: «Rapaz, agora é uma questão de sorte!!! Online, à tua frente, encontram-se duas pessoas a tentar comprar os lugares disponíveis.»  Depois de uma espera que me pareceu infinita, não é que consegui os bilhetes?! Os astros estavam todos do meu lado!!!

Que lição retiro disto tudo? Se é para viver, que seja no limite! 

Foi um concerto espetacular, daqueles em que nem damos pelo tempo passar. Espero mais tarde repetir. Cantei as músicas todas! Se não fosse a minha avó a dar-me uns toques, no ombro, ainda era chamado à atenção pela equipa do Centro de Artes pela bela figura que estava a fazer.

Muito obrigado à minha mãe pela paciência e financiamento em mais esta experiência.

(Eu sei que ela se vai passar com esta última frase do texto. Agora, só para ela. Beijinhos. )

 

 





Publicidade





Publicidade





A ler...





Destaques





Publicidade

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Projeto no Instagram